No primeiro grande Salão da Embaixada de Portugal em Paris somos recebidos por uma forte peça de Vhils (Alexandre Farto) que marca o espaço com um cubo de um metro de lado (Rust Series #15, 2016), em metal.

Por um lado, a escultura atrai-nos, por outro, afasta-nos, numa ambiguidade centrípeta e centrífuga provocada pelos materiais e os elementos visuais (imagens e slogans publicitários) recortados e em processo de degradação.

180178135_3664531583669783_4543559747153531907_n.jpg

  • Partilhe